CABARÉ DA CENTRAL DO CIRCO

O CABARÉ DA CENTRAL, foi uma iniciativa para estimular a criação de números e oferecer um espaço para suas apresentações. Esta talvez tenha sido a primeira experiência do grupo, na criação de espetáculos de variedades circenses e gestão de espaços culturais.

O formato obteve boa repercussão não só dentro da classe artística, mas também perante o público. O reflexo da produção da Central repercutiu no desenvolvimento das companhias. Alguns números foram incorporados ao repertório fixo destas e são encenados até hoje pelos próprios artistas e também por novas gerações formadas por ela.

HISTÓRICO

1999 – 2004 O projeto foi contemplado pelas 1ª e 2ª edições do programa de Fomento ao Teatro para a cidade de São Paulo. Sob o título Central do Circo – treinamento, formação e pesquisa da linguagem circense na cena teatral, os artistas promoviam oficinas, treinamento e produção de espetáculos.

 

O Cabaré da Central do Circo iniciou suas apresentações em junho de 2000, sendo apresentado a cada dois meses, ora na Central do Circo, ora em outros espaços da cidade, como o Sesc Pompeia, em 2002. Em 2003 foram realizadas duas sessões lotadas no Theatro Municipal de São Paulo, atestando que a criação dos artistas contemporâneos, continuava a manter viva a arte circense.

FICHA TÉCNICA ORIGINAL

Direção

LaMínima: Domingos Montagner e Fernando Sampaio

Linhas Aéreas: Erica Stoppel e Ziza Brisola

Circo Mínimo: Rodrigo Matheus e Ricardo Rodrigues

Produção: Nádia Aun e Catia Pires