Desde o século XIX, o palhaço no Brasil oferece às mais diferentes platéias, uma arte de grande comunicação com o público. Para isto fez uso de técnicas variadas, ligadas historicamente à arte popular, quer seja nos números de destreza, nas burletas, pantomimas, no circo-teatro, nas entradas, ou mesmo na música, estas técnicas continuam sendo recursos importantíssimos para sua atuação e sua teatralidade.

O palhaço e o circo brasileiro estão na gênese não só da comicidade de nosso teatro popular como também no seu estilo de interpretação e o palhaço é uma expressão determinante nesta linguagem.

Sua observação do cotidiano contemporâneo, sempre manteve um diálogo com o homem comum e seu universo sócio cultural. A “poesia da calçada”, como o jornalista e escritor João do Rio descreveu o êxito de um grande palhaço, Eduardo das Neves, no início do século passado.

Para criar seu novo espetáculo de rua e aprofundar sua pesquisa na arte do palhaço, o La Mínima volta às ruas em busca das técnicas que fizeram parte deste percurso histórico dos palhaços brasileiros.  A cidade de São Paulo possui espaços com força dramática, que oferecem possibilidades importantíssimas para a humanização e resgate do sentido de cidadania no cotidiano. São caminhos que os grandes palhaços como Benjamim de Oliveira e Piolin percorreram. Uma arte que será revista num prisma contemporâneo para que sua capacidade de comunicação, não se perca em nostalgia ou saudosismos. O olhar será dirigido para a técnica do palhaço das ruas, feiras, circos, pavilhões, teatros de boulevard, music halls e revistas.

O Projeto “Teatro Paulistano de Variedades” teve como OBJETIVOS PRINCIPAIS:

MONTAGEM DO ESPETÁCULO DE RUA INÉDITO -“RÁDIO VARIÉTÈ,

Uma encenação construída a partir do repertório clássico dos palhaços brasileiros, tendo o rádio como tema narrativo.

PESQUISA ESPECÍFICA COM OS MESTRES (Oficinas de Especialização) e CONFERÊNCIAS:

Aperfeiçoamento das principais técnicas que foram utilizadas no novo espetáculo:

“O ator-palhaço e o circo-teatro”: Teófanes Silveira – Palhaço Biribinha   /  “Mamulengos e Ventríloquos, manipulação e dramaturgia”: Augusto Bonequeiro  / “A dança e a musicalidade da cultura popular”: Antonio Nóbrega

OFICINA DE FORMAÇÃO- “PALHAÇO E COMICIDADE FÍSICA”:

Oficina gratuita com dois meses de duração, com o objetivo de montagem de um espetáculo com grupo de 20 atores selecionados em audição aberta, buscando dar continuidade, à tradição da transmissão oral do conhecimento dos elementos formativos da arte do palhaço de picadeiro.

MOSTRA DE REPERTÓRIO / GRATUITO

Dezesseis apresentações de 02 (duas) peças do repertório do Grupo LaMínima – REPRISE e LUNA PARKE, em espaços públicos (ruas, praça, parques), afim de localizar a pesquisa do projeto, dentro de uma perspectiva de continuidade e coerência com sua trajetória.

REGISTRO DO REPERTÓRIO

Publicação de um livro com registro do repertório de 13 anos de trabalho do grupo La Mínima, com a APRESENTAÇÃO do pesquisador Mario Bolognesi. Serão fotos, resenhas e descrições de 10 peças, além dos números de variedades do grupo e projetos coletivos que o LaMínima desenvolveu ao longo desses anos.

I – MONTAGEM DO ESPETÁCULO DE RUA INÉDITO -“RÁDIO VARIÉTÈ,

Uma encenação construída a partir do repertório clássico dos palhaços brasileiros, tendo o rádio como tema narrativo.

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>